domingo, 8 de julho de 2012

Criticas ao cristianismo, bíblia e Deus

Há MUITAS criticas ao Deus bíblico, a bíblia e ao cristianismo no mundo afora. Quero e pretendo dar resposta a todas as perguntas e criticas quanto até o ultimo dos assuntos, com direito a argumento e contra-argumento.

Portanto deixo aberto a qualquer visitante deste blog, de fazer uma pergunta ou critica da bíblia ou sua doutrina. Estou ciente de que há muitos trechos bíblicos altamente polemicos, e muitas ações polemicas de Deus na bíblia, e muita dúvida.

Não tenho hoje todas as respostas, mas tenho algumas.
Um de meus videos Respostas a criticas ao Deus bíblico fala sobre a confusão do conceito de Deus, sobre as pessoas acharem que o Deus bíblico é um Deus "tão bondoso" que não faria mal algum.

Ao contrario, o Deus bíblico se encaixa perfeitamente com a realidade neste aspecto, sendo criador e dominador do bem e do mal, bondoso, mas iravel, e altamente violento e punidor quando está irado.
Ele pode ser muito severo aos nossos olhos, muito exigente, e muito ESTRANHO em muitos momentos, o que faz pessoas crerem que Deus não existe, ou que determinadas passagens da bíblia são falsas, especialmente o velho testamento.

Tais pessoas não entendem o Deus bíblico, que é um Deus justiceiro, com um potencial vingativo, soberano sobre tudo e todos, um ser que AMEAÇA o ser humano.

No vídeo, tento explicar que Deus é BOM, mas criador do bem e do mal, e busco argumentar a favor disso. Infelizmente, o simplismo das pessoas faz pensarem que o bem é Deus e o mal é o diabo. É muito inexato, na verdade.

Quero dizer que eu não sou crente na INFABILIDADE BIBLICA, própriamente dita, que muitos creem, nem creio que a bíblia é LITERALMENTE (e não poéticamente, figurativamente, inexatamente) a palavra de Deus. Pois creio que a bíblia CONTÉM a palavra de Deus transcrita, que foi escrita pelos homens, abençoados e inspirados por Deus, mas que NÃO é a perfeição. Não é onisciencia. Não creio que todas as respostas estão na bíblia, nem que ela é necessariamente infalível. Ao contrario.


Porém, mesmo com essa crença incomum entre cristãos eu CREIO na bíblia, não na infabilidade mas na veracidade geral, bem próxima da absoluta. Eu não deixo de crer num trecho só porque é POLEMICO, deixo de crer se eu achar VISÍVEL contradição. E quando vejo injustiça tenho de lutar pelo que acho justo.

Quero separar DEUS, BÍBLIA CRISTIANISMO e CRISTÃO. Por exemplo, se pastor ou papa ou padre ou pessoa que se diz cristão fez uma coisa, essa pessoa não é Deus, e será julgada ELA, seja nos padrões sociais ou bíblicos.

Se DEUS fez ou deixou de fazer algo ai é DEUS, não é EU, não é CRISTÃOS, não é pregador.
Assim o sendo, já me antecipo em dizer que pretendo falar sobre:

LIVRE-ARBITRIO

PREDESTINAÇÃO
ELEIÇÃO
MACHISMO
ESCRAVIDÃO
SACRIFICIOS DE ANIMAIS

MORTE DE PESSOAS
MORTE DE CRIANÇAS

HOMOFOBIA

LIBERDADE DE CRENÇAS
JUSTIÇA DIVINA
CÉU E INFERNO
dentre outros. Isto além de assuntos ligados ao criacionismo, evolucionismo entre outros.

Uma parte consideravel de polemicas, porém podem ser resolvidas com esse conhecimento: DEUS DOMINA SOBRE TUDO E TODOS, É SOBERANO, PODE MANDAR, DESMANDAR, FAZER O QUE QUISER.


A seguir, apenas uma pequena seleta de supostas contradições respondidas. Estou respondendo só algumas, para não deixar esse artigo muito grande. Porém, outros virão com mais criticas e respostas:

  - - - -
CRITICAS BIBLICAS

Deus diz para Noé que tudo o que se move e tem vida servirá de alimento para ele, e também toda a vegetação. Só não poderá comer da carne ainda com vida, ou seja, com sangue (Gênesis 9:3-4). 
Deus diz que nem todos os animais podem ser consumidos (Deuteronômio 14:7-20).
 

No próprio Gênesis 9:3 diz

3 Tudo o que vive e se move servirá de alimento para vocês. Assim como lhes dei os vegetais, agora lhes dou todas as coisas.

Se Deus neste mesmo trecho indica que antes só lhes tinha permitido comer os vegetais, e agora lhes muda a dieta, porque Deus não poderia fazer novamente com o seu povo separado?

É ridículo acusar Deus de contradição baseando-se na ideia de que Ele mudou a dieta permitida e que isso é contraditório, que Ele não faria isso NO TRECHO em que Ele mesmo DIZ que está mudando a dieta. E é injusto proibir DEUS de MANDAR NOS OUTROS. As dietas em si não foram criticadas,  e nem responderei sobre elas portanto no momento.

- -
Toda a terra tinha uma só língua e as mesmas palavras, até que Deus criou vários idiomas diferentes, fazendo com que ninguém entendesse um ao outro (Gênesis 11:1,6-9). 
Anterior a isto, a Bíblia fala de diversas nações, cada um com sua própria língua (Gênesis 10:5).
 


Não foi muito anterior, porém. Reparem a distancia pequena entre os versículos. No capitulo anterior, estava se falando da descendência de Jafé, e se menciona nessa descendência povos cada um com sua língua.




Depois temos no trecho dado a história de Babel.

No verso 11.10 porém, a história volta ao passado então, pois novamente fala-se sobre descendentes de Noé, Sem, o outro filho dele, dois anos apenas após o dilúvio.
Noé teve Sem, Cam e Jafé. A história de Babel está no meio das genealogias destes. É natural que não estão portanto sendo contados os relatos numa ordem 100% cronológica. Reparem.

Portanto os trechos estão contando as histórias não em ordem cronológica. Não é possível seguir muito numa genealogia de um filho, e depois na de outro. Apenas alguns nomes fariam se chegar aos bisnetos. Ao invés disso, Genesis frequentemente tem linhas bem longas de genealogias. A história de Babel, portanto encaixa-se no meio destas tranquilamente.

Não houve informação no livro de que a história estava sendo contada com uma sequencia cronológica, ao contrario. A história foi e voltou aos filhos de Noé, e portanto foi uma suposição errada do crítico da bíblia.


Nenhum comentário:

Postar um comentário