quinta-feira, 19 de julho de 2012

Um Deus não é o bastante (Teoria da Salvação Total)


Deus não é o bastante. Um Deus não é o bastante.

Essa é uma percepção que eu tive. É dura, e realista.
Preciso dizer a quem ler: sou cristão, evangélico, pentecostal. Não sou satanista nem ateu. Eu sou crente, e não poderia deixar de ser, em sinceridade, pois estou fortemente seguro da existência do Deus bíblico.

Não estou aqui para dizer que Deus é mal. Que é o diabo. Nem para dizer que é injusto, no momento. Quero dizer uma verdade.

A verdade é que Deus não salva todos os pecadores. Deus não salva todos. A existência de 1 Deus não garante o bem de todos, que todos fiquem bem, que todos fiquem seguros, que tudo seja bom. Não, não, Deus não garante. O que Deus garante é um juízo, e o perdão para quem se arrepender em vida. São os compromissos de Deus conosco.

Isso significa que se o mundo se encher de pecado, Deus não garante que será limpo sem o extermínio dos maus. Deus não garante que todos irão para o céu, que todos os nossos parentes e amigos estarão lá. Sequer garante que todos ouvirão a mensagem. Povos como astecas e Maias morreram sem saber de Deus, e em idolatria.


O fato em que quero chegar é: Não, não vai ficar tudo bem. Não, você não está seguro porque Deus existe. Não, não estamos seguros porque Deus existe. Não, não é o bastante para a felicidade de todos que você somente seja convertido. Não adianta.

A razão pela qual não adianta é que Deus não é um ser que impede necessariamente a maldade de existir, ao contrario. Ele não impede os crimes, não sempre. Não cura a todos. Não impede até o suicídio de pessoas más, em pecado. Em resumo, Deus não garante o mundo ideal que nós costumamos esperar entrando na religião cristã. Muito pelo contrario, Ele nos trás expectativas de morte e destruição para os maus.

Assim o sendo, o fato duríssimo é: Deus não é o bastante. Um Deus não é o bastante.
Pode ser o bastante aos seus olhos, mas você está enganado ou sendo egoísta, o que acaba sendo redundante. Não é o bastante, porque Deus não se compromete a salvar a todos, a converter a todos.
O meu ministério, o seu ministério... A minha vida, a sua vida... As minhas orações, as suas orações, não são o bastante. A sua confiança em Deus de que sua vida vai ser vitoriosa é vã em sentido completo, a menos que algo mude. Porque a menos que algo mude, você talvez se salve, mas outros não.

Vou lhes dizer uma verdade dura: não vai dar tempo. Mesmo que você esteja ouvindo isso, e pensando: “vou me converter algum dia”. Não vai dar tempo. Você pode estar pensando “quando eu parar de aproveitar minha vida, ou quando eu estiver mais limpo, eu me renderei a Deus”. Porém, não vai dar tempo.
Se por bondade de Deus você se salvar, mesmo assim não vai dar. Você vai sofrer muito, se alcançar a sanidade. Porque você vai descobrir que perdeu almas, que pelos seus próprios pecados são punidas, mas que você não libertou.
Você pode vir com desculpas de eleição, predestinação ou livre arbítrio, e dizer que quem quer quer e quem não quer é mal mesmo, dizer que os maus são maus, que não liga se a pessoa quer ir para o inferno. O fato é de que cada um é punível pelo seu pecado, e o evangelismo é um bônus. Estamos amaldiçoados, até aonde sabemos.

Portanto saiba: Não, não está tudo bem porque eu tenho Jesus. Não, não está tudo bem. Um cinema custa muito seu tempo. Você vai perder almas enquanto o vê. Um pouco de vídeo-game pode custar muitas vidas. Até o seu sono, até sua hora de almoço, vão lhe custar.
Porque as pessoas não tem.

O conhecimento que você tem não é suficiente. O seu tempo livre não é o bastante. Uma alma que você salvou não vai resolver o problema. Você vai, pelas estatísticas, morrer num mundo cheio de pecado, mesmo se esforçando muito a partir de agora. Já estão morrendo. Já morreram. E agora?

O que você tem de poder não é o bastante. Suas orações não são suficientes. Isso mesmo, DEUS não é o bastante. É preciso nosso arrependimento. É preciso NOSSAS boas obras. É preciso que NÓS, em obediência a Deus sejamos como Deus, justiceiros, poderosos, fortes, grandiosos, tremendos, perfeitos! É preciso clamar a Deus por uma nova chance, pois nós já perdemos. Se as profecias se cumprirem, a única forma de você ser feliz eternamente é sendo egoísta. Portanto saiba: É você quem faz a falta. Deus não concerta o mundo de propósito, Ele não parece interessado em amolecer todos os corações sozinhos, embora possa tanto fazer isso quanto endurecer. Não adianta ficar só dizendo que ele não faz o que para Ele é fácil e para nós é difícil. Ele quer arrependimento, Ele quer justiça, Ele quer obras.
O mundo está perdido. Se você se importa com o mundo, você perdeu.
Existe alguma solução?
Conheça comigo uma, sim. A teoria da salvação total. A simples teoria de que nós podemos nos arrepender e nos converter de todo, e Deus pode mudar de ideia e nos poupar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário