domingo, 11 de novembro de 2012

Criticas - Punição com os filhos de Davi

Mais um artigo de respostas a criticas ao Deus bíblico.

Por que Deus é mau, mamãe?

Essa foi a pergunta de minha filha de 7 anos. Minha sogra estava lendo junto com ela um livro de histórias bíblicas e minha filha não conseguia entender por que Deus fez os filhos de Davi pagarem pelos erros dele. (Segundo livro de Samuel 13:1-18:33). Tentei explicar, mas percebi que também não entendo. Eu a ensinei bem que as pessoas não devem pagar pelos erros dos outros, que isso não é justo. Como posso dizer à minha pequena que Deus é amor e justiça depois de ela ter lido isso?

Detalhes Adicionais

Então, devo entreter minha filha com essas historinhas que mostram um deus bonzinho e deixar as partes sangrentas para quando ela tiver mais idade? Ela irá entender quando chegar lá? Minha pergunta talvez não tenha sido explícita: como vou ensinar a ela que deus é amor e justiça quando isso não é verdade?

RESPOSTA:

Houve na própria biblia uma glorificação de Deus como alguém que cobraria os pecados dos pais nos filhos, que amaldiçoaria a geração seguinte, etc.

Embora Deus tenha incentivado atitude oposta, nem sempre Ele agiu seguindo o principio de não usar o erro de uns em outros.

Mas é necessário entender ainda outros pontos: Deus é soberano sobre a vida humana (pode tirar de quem quiser). Deus também pode dirigir os eventos como Ele quiser, fazer vasos de honra ou desonra.
O filho de Davi do adultério, se ainda vivesse, sendo herdeiro de Davi, seria um exemplo PESSIMO para toda Israel.

No caso dos filhos de Davi que foram maus é necessário entender ainda que se por um lado Deus dirige a quem quiser para fazer o que quiser, por outro, a pessoa é responsavel pela sua própria moralidade. Eles deveriam se cuidar e não serem maus.

Deus estava punindo Davi dando a ele uma punição exemplar a toda israel, mesmo sendo ele rei, sem mata-lo.

Davi tinha várias esposas. Ainda assim ele deitou-se com uma. E na posição de rei, queria guardar segredo.

Isso é uma contaminação. Uma coisa repulsiva. Deus puniu Ele com uma certa simetria, que é um tipo de justiça da recompensa.

Davi entrou na mulher do outro escondido, desonrando Deus, mesmo tendo tantas mulheres?
Então um entrou em nessas TANTAS mulheres que não foram suficientes, fazendo ele sentir o gosto do próprio ato, e fez que isso fosse PUBLICO, porque Davi queria ainda fazer escondido.

Então Deus o desonrou ali.
Davi sentiu a dor de perder um filho. Deus havia perdido o seu. Davi havia matado um homem que pareceu MUITO JUSTO, e por mais que Deus quisesse que ele não fosse morto, e em certo sentido "implorasse" por justiça trazendo-o a obedecer Davi de não ir para guerra, mas não querer ir para casa ficar com sua mulher, Davi o MATOU. Matou o filho de Deus. O inocente.

Então Deus vingou-se de Davi, matou o seu filho. Mesmo ele implorando. Como Deus sofreu, Davi também.

Deus continua capaz de ressuscitar quem Ele quiser. Mas Deus é muito diferente do que as pessoas pensam, Deus é um JUSTICEIRO SOBERANO.
Ele não é "só bondade". Ele faz o mal também, e usa como recurso inclusive para punir os maus.

Davi pegou uma mulher que não lhe pertencia. O filho de Deus, Davi, fez isso.
Então um filho de Davi também o fez.

Davi não controlou sua carne. O filho dele também.
Davi pouco caso fez com a mulher com a qual adulterou. Seu filho também.

A história segue com punições a Davi, mesmo usando os filhos.

Se bem me lembro na lei de hamurabi (uma lei parecida, da época da lei de israel, um pouco antes, e que teria até segundo o pensamento de alguns, sido uma influencia na lei) havia, segundo ouvi esse principio da reciprocidade levado muito a fundo.

Não apenas o mão por mão, pé por pé, etc.
Mas também principios como "se um homem causar a morte da filha de alguém, matem então a filha dele também".

O sistema da reciprocidade portanto entra em CONFLITO com o sistema do "cada um punido pelo seu pecado". Na simetria, nesse tipo de justiça (que se bem me lembro, Davi inclusive tinha honrado, matando os filhos de uns por causa dos pecados dos pais, e porque a terra estava amaldiçoada por causa das reclamações dos injustiçados que exigiram a morte depois desses filhos) inclui-se a violação da outra justiça.

Deus tem umas "máximas" nos seus principios. Uma delas é "darei a vocês de acordo com suas obras". Se as obras das pessoas forem injustiças Deus pode até mesmo dar injustiças.

A evolução moral veio em grande parte graças a Deus e seus ensinos CRESCENTES de amor, compaixão, etc. De não apenas não exagerar na punição (ferida por ferida, olho por olho, dente por dente), mas também de dar a outra face, etc.

Deus merece crédito como alguém sábio e moralista por isso, na minha opinião. Mesmo que pareça injusto em muitos contextos, temos de dar uma analisada calma, ok?

É necessário entender que o Deus bíblico é um tanto diferente do que frequentemente é pregado. Porque se prega o que se acha que é: que ele nunca faria mal a uma mosca, quando na verdade Ele é criador do bem e do mal e dominador de ambos. Um justiceiro que usa a maldade inclusive como recurso.

O que fazer com sua filha? Deixe-a interrogar, e medite sobre o que ela falar. Pode dizer que não sabe. Não a esconda a verdade. Pode até dizer que a bíblia tem muitas passagens estranhas (e tem), e que prefere que ela leia o mais prático.
Mas se você for ver, até o que é citado como melhor tem suas desvantagens.

Foi glorioso para Davi matar Golias? Sim. Foi uma honra para Deus? Sim.
Mas por outro lado é ruim. Não é o ideal. Mais tarde Deus nos revelou mais do seu interesse por CADA VEZ MAIS, do amor aos inimigos, etc.
Davi matou Golias e uma porção de inimigos de Deus. Mas Deus achou que ele matou gente demais. Há um PROGRESSO ético, que Deus sempre deseja. Tem de fazer MAIS do que Ele manda.

Deus gostaria de ter tido mais de Israel, e certamente de Davi. É necessário entender que hoje nós temos muito mais valorização da vida e hoje as nossas próprias leis são BEM reforçadas em evitar que os filhos levem a punição dos pais. Mesmo hoje, eles parecem porém que podem levar as dividas deles, porém. Fora que um pai na cadeia o filho sofre também pela falta dele.

o mesmo vale até para a condenação do pecado. Se uma pessoa que você ama for para o inferno você não vai sofrer? Deveria. Mas é o "justo" não? Bom, existem muitos tipos de justiça.
Siga a máxima de Deus "darei a cada um segundo suas obras". Valorize mais o bem, incentive mais o bem, e Deus poderá fazer o mesmo.

Quanto a bíblia: prepare-se para muito mais passagens como essas. Saiba que a critica faz BEM, mas saiba também que Deus ser mau num sentido não o impede de ser bom em muitos outros. A justiça humana também usa a punição como recurso para fazer um bem social. Mas ela faz coisas más.

Deixe ela crescer como uma critica, sim. Mas saiba: Deus é justo, as vezes não da maneira que pensamos, mas Deus tem diversos tipos de justiça que nós não reconhecemos. É preciso ENTENDER, existe justiça da paz que é de "não ter mal nenhum de nenhum tipo". Essa Deus não promove.
Existe justiça da reciprocidade, recompensa. Essa Deus promove, e bastante.
Existe porém também INJUSTIÇA que existe MESMO existindo a justiça de Deus. Pelo fato do sistema judiciario divino ter o ESPAÇO que deixa a injustiça existir.
Deus tem uma bondade de dar chuva e sol sobre bons e maus. Etc.

Enfim, busque entender o que Deus DÁ, e o que Deus não DÁ. Saiba que justiça é uma palavra que tem muitos conceitos. A justiça divina não impede a injustiça MESMO com os inocentes. Por isso bem aventurados os que tem fome e sede de justiça, porque eles SERÃO saciados.

Jesus é um exemplo da justiça de Deus. É um justo que leva punição injusta, que sofre INJUSTIÇA, mas que SUPERA a injustiça, tendo convivido com ela.

Deus não é tão bom a ponto de não fazer o mal, não permitir o mal, etc.
Deus é um ser de bondade COMPLEXA que usa o mal como recurso. Como Jesus, que serve de exemplo do que é ser justo: não é somente ficar esperando por justiça, mas ser justo mesmo quando há injustiça, e lutar para que haja justiça. Mesmo que você tenha de fazer justiça.

Não gostou? Bom, nem eu, pq há espaço para o mal no mundo de Deus. Mas é o que tem, e dá para começarmos com isso, porque Deus nos fez para MELHORARMOS O MUNDO.

 O Deus biblico encaixa-se existencialmente MUITO BEM com a realidade. O que não encaixa é a visão de Deus que não faz nada de mau, só bondade, é só amor amor amor e mais nada. (a saber, o mesmo livro que fala que Deus é amor fala que Deus é luz. Não se deve tomar tudo no literal, mas buscar entender. Deus não é o amor ao pecado, por exemplo, Deus é amoroso).

Mas repare que o ato de Deus foi em certo sentido uma forte demonstração de justiça para um povo que mesmo com a lei de Deus de não punir os filhos pelos pecados dos pais, muitas vezes punia.

Ler IISm 21.1-6 para ver que eles gostavam de botar a culpa nos descendentes.
Lembrando tb que os filhos maus de Davi foram mortos pelo próprio pecado, mesmo que antes impelidos a pecar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário