terça-feira, 26 de março de 2013

Sorte e Azar lógico

Sorte = coincidencia boa
Azar = coincidencia ruim

Se é assim creio que existe. Se for porém coisas causadas por certas entidades, gato preto, etc ai já desconfio. Não que seja impossível um agente espiritual (como Deus ou um demônio) te favorecer ou te atrapalhar gerando coincidencias, mas ai isto tem a ver com benção e maldição no caso de Deus e de oposição ou favorecimento da parte de um demônio.

Mesmo assim, creio que coincidencias existem. Há quem diga que coincidencias não existem, que tudo é plano de Deus. Edai? O plano de Deus é que meu quarto esteja tão desarrumado quanto está? Ou que eu tenha liberdade de arruma-lo ou desarruma-lo? A vontade divina de que meu quarto esteja desarrumada, se existe parece ser tão pequena na pratica a ponto de deixar que eu determine.

O plano de Deus normalmente é que a gota de chuva caia num local especifico, ou simplesmente que siga as suas leis? Creio que o segundo caso por padrão, e as chuvas especiais miraculosas como exceção, não regra.

Nem uma folha cai sem ser a vontade de Deus, mas convenhamos que muitas vezes folhas caem em locais bem futeis!

Enfim: coincidencias existem. Coisas sem importancia em si mesmas existem. É o que penso.
Coincidencia é algo notavel de alta improbabilidade estatistica, ou seja, algo que é muito dificil de acontecer, mas que pode acontecer. Assim o sendo, se coincidencias não dirigidas nunca acontecem, isso por si só seria uma tremenda coincidencia!
Lógico! Porque as chances era de que coincidencias ocorrerem, raramente. Mas se nenhuma coincidencia é real, e todas são fruto de planejamento especifico, isso é uma tremenda coincidencia artificial! E que trabalho!

Enfim, onde quero chegar:

Voltei-me, e vi debaixo do sol que não é dos ligeiros a carreira, nem dos fortes a batalha, nem tampouco dos sábios o pão, nem tampouco dos prudentes as riquezas, nem tampouco dos entendidos o favor, mas que o tempo e a oportunidade ocorrem a todos. 
Eclesiastes 9:11

ACONTECE! As circunstancias costumam superar nossas virtudes muitas vezes, nossa inteligencia e capacidade muitas vezes se tornam insuficientes e então dizemos "que azar" ou "que sorte" nas ocasiões em que a coincidencia é boa. Isso não é absolutamente impossivel, portanto não é prova de milagre (algo que só Deus poderia fazer), ainda que Deus possa criar suas coincidencias artificiais.

...E nós? Podemos nós "fazer nossa própria sorte"?
Sim, creio eu. Podemos lidar e dominar o acaso. Probabilidade é um campo de estudo voltado exatamente nisto.

Segue-se um pequeno poema acerca do assunto:




Dizem que certas coisas podem trazer sorte. Mas sorte trás o poder. E ainda digo mais: se você tem poder, que sorte a sua.

Quem tem poder tem sorte, para si e para outros. E ainda dizem “que sorte!”, olhando para o sortudo, dizendo “que sorte a minha, você tem o poder de mudar minha sorte! Que sorte a minha!”

Dizem que trevos de quatro folhas trazem sorte. Mas você poderá ter mais boas oportunidades se por acaso ou não, tiver umas três ou quatro folhas consigo, e um instrumento de escrita. Pode mudar a sua sorte. Azar eu garanto que a falta dá.

Dizem que um pé de coelho dá muita sorte. Mas mais sorte tem quem corre como um coelho, do que um coelho que tinha tanto azar a ponto de perder o pé. De qualquer forma, acertar um coelho já é sinal de sorte.

Dizem que uma ferradura na parede trás sorte. Ainda que fosse assim, quem teria mais sorte que um bom ferreiro? Trabalhe, trás sorte.

Sorte de quem tem dinheiro, azar de quem não tem. Porque quem tem poder tem poder de mudar a sua própria sorte e fazer a própria sorte. Mas quem não tem, fazer o que? Trabalhe com o que tem e não conte demais com a sorte.

Dizem que um gato preto dá azar. Muito, é verdade, se você for um rato. Mas afinal, você é homem ou o que?

Dizem que passar debaixo de escada da azar. Mas não é preciso muito azar para que algo caia da escada, não precisa de muito mais concidencias. Pular de para-quedas, correr em alta velocidade, e fazer outras atividades de risco também pode dar muito azar. Mas quem calcula o azar que dá descer de escadas depressa, ou andar por elas, ainda que para cima? Enfim, escadas dão azar. Fato lógico. Se você tem escada em casa há muito tempo, e nunca caiu em uma, mesmo passando por cima dela, acho que você tem sorte.
Ironicamente, não subir os degraus da vida, os degraus de poder para o sucesso, é um meio de contentar-se com o seu azar, de morar no térreo, e perder a vista lá de cima. Conhecimento trás sorte, o conhecimento elimina o acaso e aumenta a capacidade de identificar boas coincidencias.

Dizem que espelhos, quando quebrados dão sete anos de azar ao que o quebra. Mas quem tem vontade de quebrar um espelho pelo que vê tem até uns setenta anos de azar, quer o quebre quer não. A vida toda, se for assim tão feio.

E a pior fase do azar causado pelo espelho quebrado é enquanto os caquinhos não são achados. Neste caso, usar chinelos evita azar, e varrer o chão debaixo de um espelho quebrado diminui o azar. Mas acredite, se não varrer, daqui sete anos você poderá passando por ali ainda e pensar ao se cortar: quebrar espelhos dá mesmo sete anos de azar. Também funciona com um copo de bebida, e falando em bebida, que azar se você bebe, e que sorte que você tem se não bebe mais. Que azar de quem diz "não sou viciado, não bebo demais". Esses sempre bebem mais, dizendo-se com sorte. Mas arriscam demais, penso eu. Não bebo, não conto com a sorte.

Acredite em mim, eu tenho a sorte de saber: ver a si mesmo no espelho trás muita sorte, e quebrar o espelho da verdade é não aceitar que tem azar. Mas tem paciência: aceite e enfrente o ambiente caótico e as circunstancias.

Como disse um sábio: todos os que receberam tempos maus gostariam de não os ter recebido, mas não cabe a eles decidir, e sim somente decidir o que fazer com o tempo que lhes é dado.
Aumente sua sorte, faça suas uma coincidências  faça o ambiente a sua volta coincidir em fazer a sua vida dar certo.

DICAS DE COISAS QUE DÃO SORTE




Dinheiro na carteira trás sorte.
Dinheiro reserva trás sorte.


Estoque cheio trás sorte
Bateria carregada trás sorte
Tanque cheio trás sorte.


O inverso destas coisas trás azar.


Tempo livre trás sorte


Facas trazem azar
Pratos cheios, especialmente pratos rasos de sopa, trazem azar.


Roupa fina na hora de almoçar, que fonte de terrível azar!


Subir escadas e descer escadas trás azar.

Ser ignorante traz azar. Mas nem se sabe o porque.


Ser sábio trás muita, muita sorte. Se não trouxer, o sábio saberá o porque.


Controle das possibilidades trás sorte. Prudencia trás sorte. Imprudencia e azar andam juntos, e descontrole faz o azar vir naturalmente.


Sorte de quem vê, azar de quem não vê: ídolos trazem azar. Deus traz sorte. Mas azar trás não conhecer nem o Deus que tem, se de fato tem, porque se pensa ter sorte onde não se tem.


Trás sorte ter amigos. Que sorte, quando um tem condições de nos ajudar diante de um problema.

Quem não tem pai presente teve azar. Quem não nasceu rico teve falta de sorte.


Aqueles que roubam fazem apostas, apostam que não serão pegos, e que tirarão a sorte grande em seus roubos. Jogam roleta russa, grandes são os seus riscos. No sistema deles, todos perdem.



Sorte tem aquele que domina sobre a sorte.
Azar tem quem conta com a sorte, e não com o azar.
Quem prevê o azar e conta bem sua sorte domina sua sorte.

Quem controla os riscos foge do risco, e aumenta as chances de não fracassar, e de ter sucesso.


Quem tem mais sorte do que quem se tornou sábio, ainda que por sorte sua?
Quem tem mais sorte do que aquele que entende como manipular sua própria sorte?


Sorte, muita sorte, muita sorte, muita sorte, muita sorte, muita sorte, azar, muita sorte mesmo é o que alguns tem na loteria. Mas precisavam de ainda mais, de sorte total, e nenhum azar. Então: azar.


Aquele que tira a sorte grande num jogo de azar lucra dos azarados que são iguais a ele.

Sorte tem quem tem vida longa. Mas o azar da morte segue a vida de riscos.

Quem não arrisca não petisca, dizem. Mas quem não se arrisca pode comer sem riscos de morrer.


Sorte tem aquele que tem a sorte de ouvir e entender minhas palavras, e aceitá-las em seu coração, e meditá-las nelas. Que sorte! Porque está ganhando um manual da sorte grande!


Sorte, muita sorte, tem aquele que conhece a Deus. E que azar que dá não saber de seus mandamentos!

Mais sorte tem o ferreiro, do que os demais que tem ferraduras na parede.

Mais sorte tem o sábio que descobre tesouro novo, do que um ignorante que não imagina a sorte que tem de poder pensar em coisas novas.


Sorte acumula sorte, azar acumula azar. Quem tem, mais condições tem de acumular, quem não acumula, poderá ainda piorar. Quem não tem medo de perder tem maior poder para apostar.


Sorte de quem conseguir emprego. Azar de quem não. Mas enquanto depender-se da sorte, como se manipular? Lutando contra o azar, colocando no curriculo os seus amuletos da sorte.

Sorte de quem é capaz, sorte de quem é instruído, mas a sorte do simples que consegue um emprego excede tudo isso.


Aqueles que assistem TV tem sorte se assistirem algo bom. Aqueles que vão numa locadora, manipulam a própria sorte. Mas que falta de sorte! Nem assim?!

Dormir bem trás sorte. Dormir pouco causa um dia inteiro parecendo um azarado.
Dormir demais pode parecer bom, mas causa perdas de oportunidades, e portanto falta de sorte.


Distração é assim: Distração é assim: Distração é assim: Distração é assim: Que te importa? Sorte minha, pois consegui sua atenção, e se você perdeu tempo azar o seu.

Sorte tem quem tem distração, mas que falta de sorte trás ficar sendo distraído! É como não plantar, por causa de distração, e depois perder a sorte da chuva! É como não construir os muros da fazenda pela distração e depois reclamar do azar de um ataque ao seu terreno!

É como buscar ser feliz do presente adiante até o azar visitar seu futuro. E ainda reclamam: que azar!

O trabalho do recém-convertido a prudente é assim:
estou atrasado, estou atrasado! ainda não está pronto, ainda não está pronto! já deveria estar, já deveria estar! E se, e se? Ai ai, ai ai!  E se eu não der sorte, e se eu não der sorte?! Que azar vou ter de superar, que azar! Eu estava dormindo? Eu estava dormindo. (quem estiver a despertar entenda)

O sábio olha ao redor e diz: será que tive tanta sorte de ser sábio, enquanto meus vizinhos são tolos?

O medo da arrogância, e do engano o perseguem, junto com a multidão de ignorantes que lhe dizem: como ousa considerar-se tão sortudo?

O coração enganoso do homem é assim:
Eu tenho Deus, eu tenho sorte, e azar de quem não tem.

Sorte tem quem teme o azar. Aqueles que temem tudo, mas encaram os problemas, acumulam prudência.

Aqueles que dizem “Ah, e se algo terrível acontecer?”, se lutam, são mais amantes da sorte do que os que dizem “Deus será conosco sempre”.

O prudente teme, e nada acontece. O imprudente nada teme, e sua casa cai em cima dele.

O recém desperto a prudente trabalhará enquanto sua casa caí diante dos seus olhos, sua prudência não o justificará antes do devido serviço pronto.


Bebe: aprende! A B, C... CORRE! Você não sabe o azar que tem o mundo, e a sorte que você tem de conquistar, se quiser sobreviver. Bebe, aprende logo a engatinhar, e logo levante-se para aprender! 1+1 = 2 e 200 mil de salário até mesmo é muito pouco, diante de azar. Você não sabe a força do vendaval que virá, se virá.

O prudente chora de medo, a casa se mantém intacta. O imprudente dorme enquanto o ladrão o assalta, sonhando com a paz que invadiu o seu coração.

O prudente teme trocar uma lâmpada, o imprudente não teme entrar num local de alta voltagem.

O prudente só se arrisca quando é pobre de recursos, só se arrisca porque calcula e diz “o menor risco é esse, mas ai de mim”.

Há quem nunca tenha ouvido de Deus “eu te escolhi” e não tema o inferno, e quem tenha ouvido “De você não abro mão” e ainda guarde medo.

Os que dizem “tenho um Deus vivo” em pouco se diferem dos que nada dizem, pois se Deus existe, existe diante de todos, até dos incrédulos. É a proteção Dele que garante boas jornadas, e a garantia da sua proteção é necessária.

O pecador desprezador das leis de Deus e o cristão obediente dizem coisas parecidas: Deus me protegerá, não deixará mal me acontecer.

Há quem confie no seu temor a Deus e sua obediência a Ele, mas e Jó?
Há quem confie em Deus para cuidar do futuro, há quem não confie em ninguém e acumule riquezas.

Uns confiam em carros, outros em cavalos, e havia uns que confiavam em Deus, mas Deus vinha reclamar de que só festejavam e não faziam o que Ele queria, e já houve quem marchasse em direção a morte ouvindo a frase “Deus te dará a vitória”.

Compre os carros, e os cavalos, e os cavaleiros, e ainda mais soldados e mercenários, adquira ainda amigos confiáveis, e trás guarda-costas, e nem com infinitamente mais disso enfrente Deus. Quando seu Senhor lhe disser “estou feliz” pense “E agora, de onde mais pode vir a desgraça?”, quando Ele disser “está tudo bem, estou contente” diga-lhe “por favor, avise-me se perceber algo que eu possa eventualmente errar”.

10 horas de oração não trazem o conhecimento de estudo de uma hora, quem confiava na oração precisa confiar no favor de Deus, que é caótico como Senhor que não quer ser obrigado por criaturas a responder-lhes somente por terem fé Nele. Mas o favor de Deus destrói muros construídos com anos de trabalho e a confiança Nele o agrada.


Os que confiam no Senhor, desprezando-o, são como as pedras no meio do caminho, que se arremessa no fundo do mar, e ninguém importa-se em tirar de lá, e ainda que lançados na fornalha ou no abismo, ou no meio de outras pedras, ninguém mais dá atenção.
Eles não permanecem para sempre, pois confiam no ser que permite as desgraças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário