terça-feira, 19 de março de 2013

Um desabafo sobre a ineficacia da igreja hoje

Elias, Davi, Eliseu, Sansão! Sempre estes são os exaltados na igreja, além de outros personagens "heróicos" da bíblia.

Estas pessoas porém costumam ter fama por enfrentarem problemas que na época deles o seu povo enfrentava.

Nossa igreja porém mantém um grande foco em ensinar repetidamente suas histórias e pouco faz em trabalhar por repeti-las.


O que quero dizer com isso? Falta foco, contextualização, objetividade por parte da igreja que deveria ver a si mesmo como um exercito. 

Atualmente a igreja tem sérios problemas com o mundo externo, como criticas a doutrina cristã, acusações contra pastores e corrupção, a sua posição critica à homossexualidade que não é devidamente defendida e sua defesa pouco trabalhada sobre o aborto, e outros temas relacionados.

Com relação a "ciência" humana a igreja se tornou um alvo de piada. A falta de estudo dos campos ligados a apologética cristã sobre o criacionismo principalmente (fora por exemplo sexualidade em defesa do sistema de casamento), como biologia, astronomia e geologia, fora psicologia para buscar validar os fenomenos de manifestação divina, tornaram a igreja um alvo fácil. O ateísmo não é apenas um estado de rebelião, é uma tendencia intelectual, devido a aparencia de ignorante que a igreja tem. E o que ela faz atualmente acerca disso? Nada! Seus membros mal leem a bíblia inteira, quanto mais fazer um curso teológico. Não terminam nem de estudar a bíblia num nível basico suficiente para voltar aos assuntos da sociedade atual, e ficam repetidamente aprendendo algo que nunca fazem planos de concluir. Falta construtividade.

É um sonho achar que alguém ensinaria na igreja algo além da bíblia, que faria uma palestra sobre criação, sobre sexualidade, sobre aborto! E é um absurdo. Não temos de nos fazer de meros escribas, eternamente lendo e nunca aplicando a doutrina.

Se a bíblia diz para buscar sabedoria, é para buscar! se diz que é importante a boa reputação, devemos parar de só acusar os outros de serem "das trevas" e fazer a nossa parte.

É ridicula a posição atual da igreja como um exercito. Não é suficientemente organizada em seu treinamento, suas pregações são postas fora de ordem (afirmadas serem sob espirito santo, mas ainda assim com erros doutrinarios, que inclusive pela liturgia de culto não poderiam ser criticados!).

Temos de nos livrar da nossa cultura de ficar falando bem de santos ao invés de sermos como eles. Precisamos não só conhecer a bíblia, mas seguir a sua instrução: buscar conhecimento com tudo o que possui. Contextualizar, atualizar, enfrentar os problemas da sociedade. Temos perdido pessoas para o ateísmo, sido lentos na conquista de católicos, espiritas e outros grupos porque no fundo, em muitos argumentos e aspectos, não temos mesmo razão. Estamos fechados demais em nós mesmos para quem diz se importar com almas. Confiantes demais para aceitar criticas, e tradicionais demais para viver o cristianismo atualizado.


Como penso que deveria ser?
O que busco fazer: ter ensino bíblico e extra bíblico sobre temas éticos atuais como aborto e homossexualidade.

Ter CIÊNCIA PROFUNDA a nível de rivalizar com DIGNIDADE com teorias atuais. Tem de ter centro de pesquisa.

Ter cursos teológicos ao invés de só ouvir mensagens que resumem a afirmação falsa de que Deus está sempre conosco e tudo vai dar certo.

Ter o carater de aceitar criticas e buscar responde-las, todas, bem como fazer a critica séria e bem tratada de doutrinas rivais, sempre buscando a imparcialidade e livre da afirmação de que é tudo dogma e pronto! Ainda que sejam verdades, afirmações que não são defendidas perdem crédito, e não é justo trazer as pessoas eternamente a submissão de um sistema de confiança cega que poderia nos ter levado ao islamismo, catolicismo ou outros.

É preciso mais apego a verdade, mais sinceridade, mais vergonha na cara, mais zelo pela salvação da humanidade, ao invés de ficar esperando dia após dia que um anticristo venha e destrua tudo. Isto não é cristianismo aos meus olhos. Isso é ser mero leitor da bíblia, mal entendedor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário