domingo, 30 de junho de 2013

Epa! Cegueira não! Nova visão espiritual!

Para você que estranha a idéia de que "fé" é uma confiança cega

como você parece inteligente, acho que vai entender, já passei por questionamentos sobre fé, e até hoje estudo, estudei bastante:


- fé é uma PALAVRA. No dicionario palavras tem diferentes significados, os significados variam.
fé é uma palavra sobrecarregada de conceitos. A palavre é como um nome de uma pessoa. Só que no caso, é nome de idéias. Tem um homem chamado Paulo, outrotambém, e são outras pessoas com diferentes comportamentos. Então dizer "paulo fez isso" "paulo é aquilo" necessita de exatidão, ok?

Pois bem. UM dos conceitos de fé é esse: convicção irracional ou crença irracional.
Não gosto desse conceito, e não acho que é o conceito geral bíblico
Tem outros como "confiança cega", "confiança ou crença sem provas', etc. Sempre esses que tem algum defeito tipo "sem prova", "cega", etc eu não concordo. Vejo fé como uma visão por si só, não como um ato de tentar confiar sem ver.

Considero fé crença e a certeza que a acompanha, não tendo de ser sem causa, não devendo ser sem prova. A fé é a prova, uma coisa que se guardou na cabeça que prova um fato. É a VERDADE.

Assim a fé não é oposta a inteligencia, nem ao conhecimento, ao contrario: sem fé não há conhecimento, conhecimento é fé. Na definição de conhecimento cientifico CRENÇAS justificadas verdadeiras (embora muitos pensamentos ditos cientificos depois se provam falsos).

O grau de certeza não muda nada meu conceito de fé. Ao contrario, quanto mais experiencia (a fé vem pelo ouvir, entender, e isso pela palavra de Deus), quanto mais evidencias, quanto mais entendimento, mais crença se tem e a certeza fica como mels envolta deste favo organizado da verdade.

Assim faz sentido que a fé é a prova de coisas que não se veem com os OLHOS, pq a fé, como sendo conhecimento, mesmo se feche os olhos e mesmo sobre coisas invisiveis garante a verdade. É o firme fundamento para se crer em coisas que se esperam. Não é apenas a convicção de uma esperança, é a razão para se ter a convicção.

assim quanto mais eu aprendo de qualquer coisa, na minha definição, eu ganho fé. Se confirmasse com um médico uma doença minha fé apenas aumentaria ganharia qualidade maior.

Pq se estivesse errado eu teria uma fé vã, pq sim, a qualidade da fé depende da sua coerencia com realidade que ela representa. Ouvi dizer de um teólogo que fé significa, na raiz da palavra "que é verdade".

Fica com esse conceito e veja que poucos pensam assim mas que encaixa com conceitos bíblicos em muitas passagens. E o mais importante: não contradiz a virtude da sabedoria, que tem um livro inteiro, proverbios, exaltando. Na duvida vai com a segunda que a certeza anda junto do saber. Fica com Deus

AH: duvida não é um defeito em estagio de aprendizado. É bom para nós que estamos vendo, revendo, corrigindo, aperfeiçoando, pelo fato de que temos de tomar cuidado para não ter uma fé vã, crer numa mentira, e para buscar ter razão para a nossa fé, MAS não é o estado perfeito ideal de uma mente. No estado ideal nós teremos certeza completa de todas as coisas, somente a verdade, e nosso escudo da fé terá, simétricamente nos feito ter duvidado, mas agora mais que isso, rejeitado convictamente toda ponta solta como de flecha destruidora, pois nosso escudo estará completo, bem ligado, bem firme e maciço, e não o largaremos, porque confiaremos nele. Mas por hora, receba as duvidas com bom coração, necessário são para o aprendizado e correção. Eu questiono até a existência da minha meia se necessario for, MAS buscando um equilibrio para não ser injusto com os indicadores da verdade, não quero ser cético a ponto de não crer em nada e ser eterno ignorante. creio em coisas, se necessario arrumo. Que acha?

Nenhum comentário:

Postar um comentário