terça-feira, 2 de julho de 2013

Jesus é Deus? É filho de Deus? Como explicar a trindade?


A trindade é muitas vezes questionada. Especialmente testemunhas de Jeová afirmam que Jesus não é Deus.

Técnicamente, sendo BEM, BEM, BEM rigorosos, definindo Jesus como também seu corpo, seu corpo não é Deus, foi gerado, destruido, ressucitado... É o que Jesus chamava de "templo".

Mas sendo um pouco menos rigorosos, focando-se no espirito, o espirito de Jesus é o espirito de Deus.


Alguns alegam que a bíblia não dá apoio a isso, Mas quando Jesus ressucitou até tomé esclamou:
João 20. 28 Então Tomé exclamou: - Meu Senhor e meu Deus!
(nota: biblia de testemunhas de jeová ainda tem essa passagem vejam no link)

Outras passagens bíblicas apoiam esse pensamento


Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.
Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.
Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta.
Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?
Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras. 
João 14:6-10

Assim, por uma lógica super exigente, Jesus é posto como o filho de Deus, a sua criação, o humano fiél por estar ligado ao corpo humano que é criação.
Mas também, Deus está se representando ali naquele corpo humano, de modo que Jesus é o próprio Deus, que existe desde antes da criação do mundo (e a criação do próprio corpo que Ele gerou miraculosamente para si). O espírito de Cristo é o Espirito do Pai, completando-se a trindade e suas 2 lógicas aparentemente concorrentes: Jesus é o filho (o humano fiel) e o próprio Deus encarnado (expressando-se no seu corpo).

Fácil ou dificil?


Mas reparem: a tradução das testemunhas de jeová se põe a nos "explicar" o que houve, fazendo acréscimos e alterações:

Jesus disse-lhe: “Tenho estado tanto tempo convosco e ainda não vieste a conhecer-me, Filipe? Quem me tem visto, tem visto [também] o Pai. Como é que dizes: ‘Mostra-nos o Pai’?10Não acreditas que eu esteja em união com o Pai e que o Pai esteja em união comigo? As coisas que vos digo não falo da minha própria iniciativa; mas o Pai, que permanece em união comigo, está fazendo as suas obras.

Ou seja, as testemunhas de Jeová acrescentam o "também" e substituem o "eu estou no pai e o pai está em mim" por "estarem em união" (o que é mais fraco do que estarem um no outro).

Isso destrói o discurso de Jesus, que no resto desta tradução das escrituras fala também não que está nos discipulos, mas que está em união com eles.

O resultado final fica que o verso:
23Em resposta, Jesus disse-lhe: “Se alguém me amar, observará a minha palavra, e meu Pai o amará, e nós iremos a ele e faremos a nossa residência com ele.
que os alteradores não perceberam aparentemente fica sem sentido. Jesus está falando sobre o seu espírito que Ele tem que o conecta em Deus (o espírito de Deus está em Jesus, o espírito de Jesus em Deus, e o mesmo está nos discipulos ainda que de forma incompleta, e Jesus o está enviando a eles).

A frase "iremos a ele e faremos nele morada" fica sem todo o apoio do contexto que em outras traduções há que explicam a relação como ESTAR EM, não ESTAR UNIDOS. Ai seriam obrigados as testemunhas a dizerem que Deus ESTARÁ UNIDO aos discipulos. Porque, ora, se Deus não pode nem estar em CRISTO, quanto mais estar NOS DISCIPULOS?

Mas COM a trindade a conexão de Jesus com o pai pela identificação do espírito de ambos, as coisas encaixam-se.
- -

Edit: um reforço MUITO importante é o de Hb1.6

E outra vez, quando introduz no mundo o primogênito, diz: E todos os anjos de Deus o adorem.
Hebreus 1:6
(nota: esta passagem existe nas versões antigas da bíblia novo mundo das testemunhas de jeová, mas não nas mais recentes onde é substituido por "todos os anjos lhe prestem homenagem).

A bíblia fala que adorar é somente a Deus. Deus fala também que só existe UM Deus real
Fazendo as contas: se é para adorar Jesus, e só se pode adorar Deus, então Jesus é DEUS. Deus proibe adorar "deuses" com d minusculo, mas ORDENA QUE TODOS OS ANJOS ADOREM JESUS.

Eu e o Pai somos um.
João 10:30

E sabemos que já o Filho de Deus é vindo, e nos deu entendimento para que conheçamos ao Verdadeiro; e no que é verdadeiro estamos, isto é, em seu Filho Jesus Cristo. Este é o verdadeiro Deus e a vida eterna.
1 João 5:20

- -

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu, e o principado está sobre os seus ombros, e se chamará o seu nome: Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz.
Isaías 9:6

Ainda na bíblia deles essa passagem também. Reparem MENINO chamado de PAI e DEUS FORTE.

Um comentário:

  1. "A bíblia fala que adorar é somente a Deus. Deus fala também que só existe UM Deus real
    Fazendo as contas: se é para adorar Jesus, e só se pode adorar Deus, então Jesus é DEUS. Deus proibe adorar "deuses" com d minusculo, mas ORDENA QUE TODOS OS ANJOS ADOREM JESUS."

    Mesmo algumas pessoas que aceitam o verbo "adorar" nessa frase elaboraram uma boa resposta para Jesus não ser Deus. Vide os Ex-Adventistas, os bereanos.

    Ademais a mesma palavra que é usada aí é usada em outras passagens da bíblia as quais não se traduz com o verbo adorar na maioria das bíblias, porque na situação não é dirigido nem a Deus e nem a Jesus! Você por acaso está ciente disso?

    Como está esse texto em sua bíblia: Gênesis 33:3,6-7? Sabia que aqui poderia muito bem ter sido traduzido ao invés de "curvar-se", "Adorou" ou "adoraram"? Mas infelizmente não é Jesus quem está recebendo a reverência aí!

    Sobre este trecho de Hebreus 1:6, veja como o vertem outras traduções:

    “mostraram-lhe reverência” The New American Bible, Edição Saint Joseph (1970).
    “prostraram-se diante dele” The Jerusalem Bible, Ed. ingl. (1966), Alexander Jones, editor geral.
    “prostraram-se-lhe aos pés” Novo Testamento (1955), José Basílio Pereira.
    "prostrem-se diante dele" Tradução Ecumênica da Biblia- Edições Loyola

    João 10:30 é ineficaz pra provar que Jesus é deus, pois mais na frente temos uma afirmação semelhante da boca do próprio Jesus com relação aos discípulos, usando exatamente a mesma palavra usada no cap. 10: João 17:21, 22, Jesus orou a respeito de seus seguidores: “A fim de que todos sejam um”, e acrescentou: “para que sejam um, como nós o somos”. Usou a mesma palavra grega (hen) para “um” em todos estes casos. Obviamente, os discípulos de Jesus não se tornam todos parte da Trindade. Mas participam sim da união de propósito com o Pai e com o Filho, a mesma espécie de união que une Deus e Cristo. Fica claro então que o sentido usado é união, e não multiplicidade de pessoas no mesmo ser.

    Acontece que as TJs estão na contra-mão das outras igrejas, enquanto estas defendem o dogma católico. Não se espera mesmo que alguém fale bem da tradução do novo mundo.

    ResponderExcluir