terça-feira, 7 de janeiro de 2014

Figura - O sol, a lua e as estrelas se escurecerão

Você sabia que a expressão do sol e da lua escurecerem e das estrelas sumirem é uma figura, em mais de uma passagem bíblica (possivelmente em todas ou praticamente todas?)

Geralmente, tal evento é comentado muito apocalipse como um dos fenomenos das pragas, tomado como literal.

Porém, nós vemos essa expressão antes no livro de Eclesiastes, no ultimo capitulo,

Ec 12:
Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;
Antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva;

Eclesiastes 12:1-2

Em defesa do que defenderei, peço que procure um comentario bíblico ou leia a tradução na nova linguagem de hoje de toda a passagem. Nela, Salomão descreve a velhice com coisas como a moedura não funcionando, sendo os dentes, não ouvindo direito, mas acordando com as aves, com as pernas bambas, etc.  Para não ficar devendo, deixo as cinco traduções (notem a NTLH que já interpreta o texto) do começo da passagem:

ACF

ARC

NVI

ARA

NTLH

1 Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;
1 Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento;
1 Lembre-se do seu Criador nos dias da sua juventude, antes que venham os dias difíceis e se aproximem os anos em que você dirá: “Não tenho satisfação neles”;
1 Lembra-te do teu Criador nos dias da tua mocidade, antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais dirás: Não tenho neles prazer;
1 Lembre do seu Criador enquanto você ainda é jovem, antes que venham os dias maus e cheguem os anos em que você dirá: "Não tenho mais prazer na vida."
2 Antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva;
2 antes que se escureçam o sol, e a luz, e a lua, e as estrelas, e tornem a vir as nuvens depois da chuva;
2 antes que se escureçam o sol e a luz, a lua e as estrelas, e as nuvens voltem depois da chuva;
2 antes que se escureçam o sol, a lua e as estrelas do esplendor da tua vida, e tornem a vir as nuvens depois do aguaceiro;
2 Lembre dele antes que chegue o tempo em que você achará que a luz do sol, da lua e das estrelas perdeu o seu brilho e que as nuvens de chuva nunca vão embora.
3 No dia em que tremerem os guardas da casa, e se encurvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas;
3 no dia em que tremerem os guardas da casa, e se curvarem os homens fortes, e cessarem os moedores, por já serem poucos, e se escurecerem os que olham pelas janelas;
3 quando os guardas da casa tremerem e os homens fortes caminharem encurvados; quando pararem os moedores por serem poucos, e aqueles que olham pelas janelas enxergarem embaçado;
3 no dia em que tremerem os guardas da casa, os teus braços, e se curvarem os homens outrora fortes, as tuas pernas, e cessarem os teus moedores da boca, por já serem poucos, e se escurecerem os teus olhos nas janelas;
3 Então os seus braços, que sempre o defenderam, começarão a tremer, e as suas pernas, que agora são fortes, ficarão fracas. Os seus dentes cairão, e sobrarão tão poucos, que você não conseguirá mastigar a sua comida. A sua vista ficará tão fraca, que você não poderá mais ver as coisas claramente.

(para mais, leia até o fim da passagem com a NTLH e outra tradução comparadas)

Veja que no texto, há varias coisas estranhas sendo descritas por salomão que fazem sentido se entendermos como figuras da velhice. Em particular, o sol, a lua e as estrelas se escurecerem, faz sentido quando uma pessoa tem problemas de vista causados pela idade, e tudo fica menos brilhante e o céu parece nublado mesmo quando não está.

Joel é um livro cuja temática principal são o exercito de gafanhotos, de toda sorte de tipos, que atacaram israel. No primeiro e no segundo capitulo, eles são comparados a um exercito, que parece grandioso e perigoso, e ainda com fogo, pois deixam a terra semelhante ao fogo: a tudo consomem. Assim gafanhotos e fogo tem a mesma relação e função. O fato de que eles se movem como um exercito sem rei (como é comentado em proverbios) faz deles um bom simbolo de exercitos.
Vide no verso 4, eles são um exercito, e veja adiante, que invadem até as casas como ladrão.

Mas o foco não é este, e sim o verso a seguir:
Diante dele tremerá a terra, abalar-se-ão os céus; o sol e a lua se enegrecerão, e as estrelas retirarão o seu resplendor.
Joel 2:10

No meio de passagens que descrevem os gafanhotos, que já vem desde o primeiro capitulo, agora é dito que os céus são abalados, o sol e a lua se escurecem.

Assim, essa passagem também deve ser figurada, porque seu contexto faz entender a nuvem de gafanhotos. De fato, uma nuvem de gafanhotos tem a capacidade de escurecer o dia.

(veja mais pesquisando "nuvem de gafanhotos") na net.
Assim, já temos duas passagens onde a expressão fica não literal. Quem garante que o sentido seja literal em alguma passagem?

Já comentei no que deve ser a figura bíblica mais importante de todas que conheço, que a luz e trevas são simbolo do conhecimento e ignorancia ( lista de artigos aqui). Sendo assim, a expressão pode em outros sentidos, significar que a luz, da verdade, não ficará evidente. Isso significa que outras passagens que usem a expressão podem ser também simbólica, querendo dizer basicamente "vocês vão ficar na escuridão, sem saber nada".



E, apagando-te eu, cobrirei os céus, e enegrecerei as suas estrelas; ao sol encobrirei com uma nuvem, e a lua não fará resplandecer a sua luz
Ezequiel 32:7

A ameaça é dita ao Egito, junto a outras ameaças da parte de Deus, por pecados da época, ameaças de que povos os destruiriam. Se fosse um sinal literal, seria estranho que ninguém tivesse comentado o dia em que se cumpriu, pois deveria se cumprir na época do ataque da babilonia a eles como diz o verso 11.

Jesus também profetizou que tal evento ocorreria:

Mc 13.24
Ora, naqueles dias, depois daquela aflição, o sol se escurecerá, e a lua não dará a sua luz.

Na crucificação de Jesus, porém, o sentido parece ser literal, tendo esse fenomeno (que é profetizado ainda em outras passagens do velho testamento e do novo como em apocalipse) parece se cumprir literalmente, ainda que de fato Jesus, sendo a luz do mundo, Ele parecer morrendo é como a luz se ocultar:

E era já quase a hora sexta, e houve trevas em toda a terra até à hora nona, escurecendo-se o sol;
Lucas 23:44
(do meio dia as 3 da tarde, Jesus estava sendo crucificado)

Oposição máxima, e em defesa de minha teoria da luz em sentido figurado se adequar a algumas passagens que usam essa expressão, é a promessa otimista de Isaias com a qual hoje encerro:


Nunca mais se porá o teu sol, nem a tua lua minguará; porque o Senhor será a tua luz perpétua, e os dias do teu luto findarão.
Isaías 60:20

Fique de olho aberto, se a expressão aparecer por aí, portanto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário