segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Homofobia e exageros

Recentemente, um rapaz homossexual se suicidou.  A policia, a midia, o ativista homossexual e deputado Jean Wyllys, e até mesmo a ministra dos direitos humanos ficaram numa situação dificil após terem dado a idéia de que um homossexual foi morto por homofobia, o que foi posteriormente comprovado falso. Jean Wyllys teria culpado os religioso, e a ministra pediu que fosse acelerado leis. (fonte)



Quero começar deixando claro que não sou contra a criminalização da homofobia. o ódio e agressões a homossexuais deve estar proibido, é lógico. Também não estou dizendo que não hajam atos de homofobia. Infelizmente, já vi declarações de ódio, embora tenha visto também contra evangélicos e não vou pedir que proibam a critica aos evangélicos. Nós precisamos de criticas para aperfeiçoarmos.


Porém sou contrario a idéia de que as pessoas devem ser impedidas da apelidada "ofensa filosofica", ou seja, criticas a pratica em si.


A fé cristã diz que adultério, prostituição e sexo sem casamento são pecados. Naturalmente, critica os que praticam. Apesar disso, muitos tb criticam. E há também os que matam adulteros, que agridem e matam prostitutas, e os que fazem sexo sem casamento. Eles tb podem se sentir maus consigo mesmos e também terem desejo de se matar e mesmo o fazê-lo, mas seria estupido uma nação proibir a critica de praticas associadas ao senso comum como erradas de serem assim declaradas.


A bíblia fala que mentirosos são filhos do diabo. Apesar disso, nunca fomos presos por tal afirmação baseada em crença religiosa. E mesmo assim nós não agredimos fisicamente ninguém por mentir. Portanto defendo pura e simplesmente que um travesti, que está claramente tentando enganar homens pra leva-los a uma relação homossexual, e portanto é em sentido pratico um mentiroso deve continuar a ser classificavel pelos que assim classificam como filho do diabo e nada menos. Sem nenhuma intenção de agressão ou incentivo a isso. Com isso apoio que quem discorda dessa opinião que critique a mim, a bíblia, a igreja como quiser, mas também com justiça. Se quiserem dizer que evangélicos são do diabo porque não aceitam o amor homossexual, por mim tudo bem. Eu não estou pedindo menos do que dou.


Mas infelizmente a razão pela qual estamos brigando é que ao invés de fazer esse tipo de tratamento, muitos supervalorizaram a noção de justiça para a homossexualidade.

Um confeiteiro foi processado por não querer fazer bolo de casamento gay
Repare que um confeiteiro poderia não querer fazer bolos pornograficos pela mesma razão: seus valores religiosos serem contrarios a pratica.
Mas achariamos estranho alguém ser processado por se recusar a fazer algo que em sua noção é uma violação a decencia. Porque no caso de um casamento homossexual ele deve ser processado? Se fosse um casamento a três, ele teria de fazê-lo também? Se tivesse um demonio no bolo, ele deveria ser obrigado a desenha-lo para algo de dia das bruxas?
Até a qual ponto a ética dos trabalhores tem de ser submetida a valores anticristãos?

estudio fotografico é processado por se recusar a trabalhar em casamento homossexual
A alegação foi que o espaço é publico como um restaurante e que deve servir a todos.
Essa alegação é contraditória. Você pode chegar num restaurante sendo um bebedor de alcool, não pode obrigar o dono do estabelecimento que não vende alcool por convicções religiosas ou valores próprios a servi-lo com um serviço que ele não tinha intenção de oferecer.
Obrigar-se-ia o fotografo a fotografar um dos mais bizarros rituais de casamento já ocorridos, em que os casais casaram-se nus também?

Vamos parar para pensar nesses casos: você acha que é assim que se trata as pessoas com equilibrio? Forçando-as a cometer um pecado aos seus olhos?

Um cristão que fala que homossexualidade não é normal é processado (aviso contém cenas de nudez):


Enquanto que a nudez em local publico mostrada no video lá não constitui crime? Se ele deveria ser processado por algo, deveria ser por mostrar na internet o que foi permitido de se por na rua, e que a midia só mostra os melhores momentos.



É em razão disso, segundo o  voice of the voiceless, que em países diferentes estão tomando medidas mais severas e sim, homofóbicas, em tentativas de impedir que o ativismo homossexual cause opressão aos valores dos outros ((link (conteúdo em inglês))

Esta batalha não se encerrará com atos de infinita discordia, mas em acordo. Religiosos e não religiosos convivem trocando criticas e defendendo suas ideologias.  Porque não há tolerancia?

Enquanto virmos pessoas tendo relações na rua, santos seminus com frases como "nem santo te protege, use camisinha", e processos a pessoas por protestar enquanto desenhar Jesus na cama com um homossexual é considerado liberdade de expressão, eu digo que o ativismo gay é o principal causador da homofobia, e não o seu eliminador. Porque respeito se ganha com respeito, tolerancia com tolerancia. E não é tolerancia forçar alguém a fazer algo que considera pecado.





Nenhum comentário:

Postar um comentário