segunda-feira, 21 de abril de 2014

Rachel Scheherazade - Não falando dos outros... Mas violando outros direitos civis

Raquel é uma jornalista do SBT que sempre teve opiniões polemicas e que muita gente concorda.
Quando escrevo este artigo, porém, ela está sem o direito de dar opiniões devido a sua ultima polemica.

Isso porque disse sobre o caso do homem que foi preso nu num poste ao ser pego em flagrante da população (numa reportagem que também fala de pessoas matando outro criminoso) que isso é fruto de pressão da população, e que quem ficou com dó dele que adote um bandido, dentre outras.


Uma coisa é certa: o que ela falou é polemico, criticavel em muitos niveis, porém certamente é o que muita gente pensa.

E é ai que eu temo: se uma jornalista que dedicou anos e anos pra construir carreira na profissão da liberdade de expressão e ela mesma não tem pra falar algo que muita gente pensa: então quem tem?


Somente aqueles que não tem de fato poder de influenciar opinião? Pois é um direito da midia defender suas posições.


Uma coisa importante que todos precisam saber: você tem o direito não de matar um bandido na hora que vê, mas sim de mata-lo num assalto armado. Você tem direito não de agredir além do necessário alguém que tente te roubar, mas o direito (e porque não seria um dever se lhe fosse possivel de modo seguro?) de prender o criminoso e mante-lo preso da melhor forma possivel até que a policia venha.

E a pergunta que permanece é: o que ela falou demais? Ela disse que deve bater sem necessidade ou matar alguém? Ou que essa atitude é compreensivel? E quem pode dizer que não é?
Eu pessoalmente sou profundamente contra qualquer agressão além do necessario para imobilização de um criminoso em flagrante, mas devo concordar com um fato que ela falou antes de ser calada:

se o criminoso vivesse pela lei, ele ficaria ali para dar queixa aos agressores ao invés de fugir porque a ficha dele era cheia de crimes.

E o absurdo é: não é aceitavel nem que ela fale uma vez o que o Datena e outros falam todo dia. Querem forçar a demiti-la. Arruinar a carreira, a vida construida em anos e anos porque ela não fala isso sempre. Se falasse que certos bandidos tem que morrer (o que insisto, eu discordo) todo dia, taria no outro canal na boa.



Datena! (porque ela não pode nem pedir ajuda mais)

Nenhum comentário:

Postar um comentário