sexta-feira, 20 de junho de 2014

A mulher que dá a luz ao menino que governará as nações é Maria? Não

Ap 12

 1. Apareceu no céu um grande sinal: uma Mulher vestida com o Sol, tendo a Lua debaixo dos pés, e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas. 

2. Estava grávida e gritava, entre as dores do parto, atormentada para dar à luz. 
3. Apareceu então outro sinal no céu: um grande Dragão, cor de fogo. Tinha sete cabeças e dez chifres. Sobre as cabeças sete coroas. 
4. Com a cauda varria a terça parte das estrelas do céu, lançando-as sobre a Terra. 
O Dragão colocou-se diante da Mulher que estava para dar à luz, pronto para Lhe devorar o Filho, logo que Ele nascesse. 
5. Nasceu o Filho da Mulher. Era menino homem. Nasceu para governar todas as nações com ceptro de ferro. Mas o Filho foi levado para junto de Deus e do seu trono. 
6. A Mulher fugiu para o deserto onde Deus Lhe tinha preparado um lugar para ali ser alimentada durante mil duzentos e sessenta dias. 



A mulher de Deus. No velho testamento era Israel, no novo é a nova jerusalém que é israel independentemente de origem genealógica, mas espiritual, o reino de Deus, agora na igreja. Porém no fundo é a mesma entidade: o povo de Deus 

Pq quem tem 12 estrelas? Israel tinha 12 tribos, o que faz com que a escolha de Jesus de 12 discipulos forme uma analogia. Tanto que na visão de jerusalém tem o nome das 12 tribos e dos 12 apostolos. 

A nova jerusalém não precisa do sol porque a glória de Deus a ilumina. 
Por isso a mulher é vestida do sol. 
Não há noite lá. 
Por isso a lua está debaixo dos seus pés. 

Deus prometeu a israel por Jesus. Ela quem engravidou espiritualmente. se fosse maria ela teria de ter fugido pro deserto de um dragão. O que não faz muito sentido. 

Maria em todas as cartas é ninguém, praticamente. Jesus é super importante, a doutrina cristã é ensinada vez após vez nas cartas, sem praticamente menções dela. Considerando que Deus já fez a analogia no velho testamento muitas vezes de ser como um homem casado, a sua esposa adorando-o sendo como o relacionamento intimo, e os filhos deles sendo a geração seguinte dessa nação fruto do relacionamento entre os 2, e os filhos da nação adultera como os frutos da idolatria culminando que Deus os considera por fim não seus filhos, faz perfeito sentido que Jesus seja também como o é, filho do espirito de Deus, e portanto filho dessa mulher espiritual, simbólica. 

repare que uma vez que não se ignore a possibilidade, ela faz muito sentido, pq de fato a figura sempre existiu, e Deus prometeu o menino, um menino se nos deu. 
É muita ousadia alguém dizer que é mãe de Deus, porém Jesus quem o disse: quem é minha mãe e meus irmãos? (não era maria, pq ele falou isso em resposta pq queria falar-lhe, mas ele não interrompeu o que fazia para atender): os que fazem a vontade de Deus. 
Encaixa tudo perfeitamente já que nas cartas Jesus é o varão perfeito, adulto, não só como um Pai, mas como o nosso irmão mais velho já que Ele é o unigenito de Deus e nós filhos de Deus não apenas porque fomos adotados, mas porque Cristo está nascendo em nós tb. 

É a semente perfeita de Deus que aviva todos nós, nos sendo modelo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário