terça-feira, 12 de agosto de 2014

Porque Edir Macedo deveria ser contra aborto

https://www.facebook.com/photo.php?v=261739304021628&set=vb.100005566814939&type=2&theater


  • até pra evitar infanticidio" "sou a favor do aborto"
    Se evita morte de crianças nomeando crianças no utero de coisas, Macedo? o_o'


  • De fato não é questão de fé cristã, porque se fosse estaria resolvido: caso a mulher desse a luz após ser vitima de uma agressão, mas não houvesse morte, pagava-se multa. Se morresse porém o preço era vida por vida

  • E é lógico que o seja. A menos que você dê um argumento claro pela coisificação de um ser vivo dentro do utero (apesar do crescimento gradativo de suas faculdades humanas como sentir dor, medo, pensar, etc já no utero) então você justifica tanto o aborto quanto o infanticidio, quanto a morte de um mendingo, drogado ou pessoa "de mal com a vida".

  • Fico enojado que eu tenha mais capacidade nesse país de impedir uma estatua de ser destruida por valorização publica, do que uma criança.

  • claro que ele não mata o infante após nascimento, porque a compaixão é intuitiva quando se vê, embora ainda há os que usam os exatos mesmos argumentos para justificar o infanticidio

    Um país tão desenvolvido como os estados unidos e o unico método anticoncepcional (correção: antivida) que salvou-os da violencia foi esse? o_o'
    Então com a legalização do infanticidio vai melhorar mais ainda.
    É lógico, matar o pobre diminui a pobreza. Dãh. Mas não é justo.

    Esse raciocinio nada mais é que uma eutanasia, e não de alguém sem perspectivas, e sim de uma vida de potencial desconhecido, mas potencialmente promissor, não necessariamente miseravel. Ainda que o fosse, se é pra ser direito acabar com vida indigna, deveria ser direito do mendigo acabar com a própria vida. E não é. Portanto não tem como alguém justificar com tal argumento sem dar um bom ponto pela coisificação da vida no utero, sem se fazer colocar como defensor da eutanasia, suicidio, e da morte de criminosos, miseriaveis, mendingos, etc
    É pura lógica: ou é uma vida e merece ser protegida independentemente das circunstancias serem ruins e riscos sociais que ela trás (como traria um drogado por exemplo) ou ela é coisificada, desprezada em seu valor como uma entidade viva
  •  Resumo: diz pro edir macedo que um aborto é como destruir o templo dele durante fase de construção e dizer que não tá fazendo nada demais porque ainda não foi inaugurado na sociedade. Talvez ai ele entenda que até COISA tem valor pra uns, quanto mais um templo do Deus vivo.

    E pensar que se legaliza a morte de crianças até em época em que alguns bebes prematuros sobrevivem! Ou seja, uma criança fora do utero pode estar menos desenvolvida que uma dentro, e a dentro que se parece mais com um bebê humano ou tanto quanto ser morta.

    Eu posso impedir você de matar uma arvore, mas não posso impedir você de matar um bebe desenvolvendo-se? E por acaso anestesiar o mendingo pra que não sinta dor justifica a sua morte?


    O próximo que me disser que tenho de aprovar aborto sem me dar uma boa justificativa pra coisificar uma vida no utero eu enfio ele num utero gigante e mato. Espiritualmente falando, é claro. Porque na minha opinião precisa nascer de novo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário