sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Deus já foi visto? Sim e não?

Em resposta a isso:




Deus é invisviel. Então obvio ninguém vê. Um espirito.

Deus se veste de manifestações visiveis. Teofanias. Elas representam Deus. Algumas são mais gloriosas que outras.

Se aproximar de Deus exige santidade. O sumo sacerdote só podia entrar no santo dos santos raramente, senão seria morto.
Subir no monte Dele tb implicaria na morte exceto dos santificados.

Assim ficou-se uma idéia de que ninguém poderia ver Deus (o que tecnicamente não se pode de fato por ser invisivel) nem mesmo suas manifestações teofanicas. Uma delas Moisés pôde ver até as costas. Mas essas variam. existem manifestações que parecem um ser humano comum como visto por abraão.

Jesus é o próprio Deus e assim mais uma manifestação de Deus. Mas olhar o rosto de Jesus ainda não é ver Deus (o invisivel). Visões de apocalipse porém são teofanias que representam melhor como Ele realmente é. Assim, essas são mais raras de serem vistas pelos não santos.

Mas o diferencial da frase que diz que ninguém viu a Deus, é que ela diz a seguir que Cristo o fez conhecer.
Ai é que está: Jesus Cristo faz ver (figurativamente, isto é, conhecer) ao Deus invisivel de uma forma mais profunda do que as teofanias faziam. Pois são representações gloriosas.

No fundo continua sendo verdadeiro portanto que Deus nunca foi visto por ninguém, mas é conhecido parcialmente por muitos através de Cristo, e que normalmente vê-lo implicaria em morrer, exceto quando Ele o permitisse. Similar a reis que entrar na presença sem permissão acarretaria no mesmo.

Como existe mais de um sentido de ver e conhecer (dicionario mostra que palavras tem muitos sentidos) que achar esse tipo de aparente contradição não é ter provado lógicamente uma contradição, pq proposições verdadeiras funcionam não com palavras, mas sentidos, e é correto dizer, como resumi: 

tem gente que vê mas é cego

Nenhum comentário:

Postar um comentário